Botox e preenchimento facial: como saber qual o ideal para mim?

Com o passar dos anos, a pele não consegue mais produzir as fibras de colágeno e elastina, que garantem sua elasticidade, em grandes quantidades. A consequência disso é o aparecimento de rugas e linhas de expressão. Para manter a pele rejuvenescida, porém, existem dois tratamentos famosos nos consultórios: botox e preenchimento facial.

A toxina botulínica (conhecida como botox), quando aplicada, paralisa o músculo e impede sua contração. Assim, a formação de rugas é evitada.

Já o preenchimento facial ocorre pela injeção de substâncias para preencher sulcos e rugas. Uma delas é o ácido hialurônico, que, além de preencher os espaços entre as células, é responsável por hidratar a pele.

Ambos os procedimentos agem contra o envelhecimento, mas como saber qual deles utilizar? Neste artigo, você entenderá as diferenças entre botox e preenchimento facial, além das indicações de cada um. Continue a leitura! 

Quais são as diferenças entre botox e preenchimento facial?

Por mais que tenham a função de tratar o envelhecimento da pele, os procedimentos não são iguais — principalmente em relação aos locais onde são aplicados.

Explicando de forma bem simples, o botox relaxa a musculatura e traz naturalidade à pele, prevenindo e amenizando as rugas e marcas de expressão. Já o preenchimento proporciona mais volume e contorno ao local em que é utilizado.

Apesar de serem similares, o botox e o preenchimento facial são indicados para casos distintos. Confira, abaixo, as principais diferenças entre eles.

Botox

A toxina botulínica é extraída de uma bactéria chamada Clostridium Botulinium. Essa substância é usada para corrigir rugas e marcas de expressão, devido à sua ação paralisante. Ao ser aplicada no músculo, ela impede sua contração — responsável por formar a ruga. Nas rugas já existentes, é possível suavizar os vincos.

O botox pode atuar de duas formas: reparativa e preventiva. Na primeira, ele retira a tensão do músculo, suavizando as marcas que se formaram no local.

Mas, de forma preventiva, a toxina botulínica pode ser aplicada antes do aparecimento de qualquer marca de expressão. Isso é indicado principalmente para pessoas que têm o hábito de franzir a testa ao se expressarem ou por fatores genéticos.

A aplicação é feita no tecido subcutâneo, por meio de agulhas bem finas (geralmente, em pequenas quantidades). O processo ocorre no consultório, é praticamente indolor e dura cerca de 30 minutos. Lembramos que é recomendado procurar um médico especializado para realizar esse procedimento.

Preenchimento facial

Trata-se de um tratamento em que se usa o ácido hialurônico para preencher as rugas. Essa substância existe naturalmente nos tecidos do nosso corpo — ela é capaz de atrair e reter água, dando mais viço e firmeza para a pele. Entretanto, com o passar dos anos, a concentração desse ácido diminui, levando à formação de rugas e linhas de expressão.

banner clínica integrada de cirurgia plástica

O ácido hialurônico preenche o volume perdido, agindo no controle da flacidez e melhorando o contorno do rosto. Ao contrário do botox, com o preenchimento facial, a musculatura continua se contraindo: a diferença é que há um aumento de volume nas áreas necessárias.

Esse procedimento também é realizado em consultório e dura cerca de 30 minutos. A aplicação é feita com agulhas, mas não causa nenhuma dor ao paciente. Novamente, ressaltamos: o tratamento deve ser feito apenas por médicos especializados, como cirurgiões plásticos ou dermatologistas.

Por que aplicar botox ou preenchimento facial?

Existem dois tipos de rugas: as dinâmicas e as estáticas. As primeiras são responsáveis pelas marcas de expressão e causadas pelos movimentos que fazemos com os músculos da face, como o sorriso. Já as estáticas podem ser vistas mesmo com a musculatura do rosto em repouso, sendo decorrentes do envelhecimento natural da pele.

Dessa forma, a toxina botulínica é indicada para tratar as rugas dinâmicas, evitando a contração dos músculos envolvidos. Seu uso é recomendado para:

  • pés de galinha;
  • arquear as sobrancelhas;
  • linhas de expressão na testa;
  • testa franzida.

O preenchimento facial, por outro lado, é o melhor tratamento para rugas estáticas, pois preenche os vincos e sulcos da pele, deixando-a mais suave e firme. Os locais ou casos indicados para aplicação são:

Quais cuidados é preciso tomar? E os resultados obtidos?

Ambos os procedimentos são realizados no consultório e a aplicação é bem parecida: ocorre por meio de agulhas. Com a toxina botulínica, o resultado começa a aparecer após 48 horas e atinge seu potencial máximo após 15 dias.

Em mulheres, o efeito do botox dura entre 4 a 6 meses. Nos homens, como a musculatura é mais forte, ele pode durar até 4 meses.

Após a aplicação, não há a necessidade de mudanças drásticas na rotina. É preciso apenas evitar tocar na região e deixar de fazer atividades físicas por pelo menos 4 horas. O botox não dói, mas podem aparecer alguns hematomas que tendem a desaparecer algumas horas depois.

Para o preenchimento facial, é recomendado não tomar sol ou fazer atividades físicas após a aplicação. Os resultados são percebidos de imediato, mas, devido ao inchaço, ele será totalmente visível após uma semana. A duração do efeito varia de 12 a 20 meses.

Os dois procedimentos podem se complementar?

Botox e preenchimento facial podem ser usados como complemento um do outro, pois têm indicações para diferentes áreas da face. Para um tratamento mais completo, o paciente deve ser avaliado como um todo. Dessa forma, o resultado fica mais suave e harmônico.

Em conjunto, esses tratamentos podem rejuvenescer o rosto e trazer ótimos resultados. Mas vale lembrar que o envelhecimento da pele também pode ser prevenido com hábitos saudáveis, como: hidratação frequente, boa alimentação e uso de filtro solar.

Ainda assim, botox e preenchimento facial são ótimos aliados para o tratamento dos sinais de envelhecimento que, com o passar do tempo, tendem a aparecer. Portanto, procure por um profissional que possa realizar esses procedimentos com segurança e qualidade.

E então, nosso artigo foi útil para você? Siga-nos nas redes sociais e fique por dentro dos nossos conteúdos. Estamos no Facebook e no Instagram!

A realização de cirurgias plásticas está cada vez mais comum, segura e acessível. Por essa razão, cada vez mais pessoas recorrem a um cirurgião plástico para melhorar aspectos que não estão agradando em seus corpos.
Dr. Lecy Marcondes

DR. Lecy Marcondes

Dr Lecy Marcondes Cabral, Mestre em Cirurgia Plástica pela Escola Paulista de Medicina - UNIFESP, Fellow do Colégio Internacional de Cirurgiões, 35 anos de profissão, graduou-se, em 1982, em medicina pela Faculdade de Medicina de Pouso Alegre, em Minas Gerais:

  • Membro Titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.
  • Membro Titular do Colégio Brasileiro de Cirurgiões.
  • Integra o Corpo Clínico do Hospital e Maternidade São Luiz e do Hospital Israelita Albert Einstein.
  • Pesquisador na área de Cirurgia Plástica
  • Premiado nos Fóruns de Pesquisa do Colégio Brasileiro de Cirurgiões e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.
  • Autor de capítulos de livros publicados nas áreas de cirurgia e cirurgia plástica.
  • Diretor e Responsável da Clínica Integrada de Cirurgia Plástica São Paulo.

0 Comentários

  1. Avatar
    Franciscasays:

    Boa tarde, sim tenho muita vontade de fazer, e acho que estou pensando muito.

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"

Open chat