Tratamento facial a laser: esclareça suas dúvidas!

resurfacing a laser, conhecido também como tratamento facial a laser, é uma técnica inovadora e que tem alcançado excelentes resultados. O tratamento atinge diversas camadas da pele, conforme o problema apresentado pelos pacientes. 

Por ser um tratamento que exige cuidados específicos, é importante que seja realizado por especialistas como dermatologistas e fisioterapeutas dermatofuncionais que fazem uma avaliação e analisam as contra indicações. Gestantes e pessoas com a pele muito ressecada, por exemplo, não podem passar pelo procedimento. 

Quer entender um pouco mais sobre o procedimento? Então, continue a leitura para conferir informações importantes sobre o resurfacing a laser! 

O que é o resurfacing a laser? 

resurfacing a laser é um procedimento em que o laser cria uma nova camada de pele após sua utilização. Para isso, o computador informa a profundidade da penetração do laser dentro da pele para poder tratar, por exemplo, uma ruga profunda na testa.

Para que o processo ocorra com segurança, há uma luz que serve para guiar o profissional do local que está sendo atingido.  Depois disso, é formado um tecido sobre a pele ressecada que, posteriormente, será substituído por células novas.

Assim, além de minimizar o problema, o procedimento estimula a formação de colágeno, melhorando a estética do rosto. O resultado começa a ser visto a partir de dez dias da sessão e tem uma melhora progressiva até 6 meses do procedimento. Vale ressaltar que a idade e a alimentação também contribuem para o pós-tratamento. 

Em quais situações é recomendado o tratamento facial a laser? 

O tratamento é indicado para pessoas que sofrem com olheiras, manchas, flacidez ou que desejam rejuvenescer a pele. Contudo, antes de realizá-lo é preciso passar por uma avaliação criteriosa do profissional responsável pelo procedimento. 

Como funciona o tratamento e o pós? 

O tratamento inicia com o uso de cremes clareadores para obter um melhor resultado. Caso necessário, é indicado também um medicamento para herpes  que deve ser tomado com um dia de antecedência  já que pode ser um efeito colateral do laser. Depois disso, as sessões podem ser iniciadas, e a quantidade varia de acordo com problema apresentado e a profundidade das aplicações. 

Após o procedimento, a região do rosto afetada tende a ficar avermelhada e quente. A sensação é de como se tivesse tomado sol, devido à ardência. No entanto, o desconforto desaparece em cerca de duas horas, ficando somente um inchaço. O paciente deverá manter a face hidratada para que ocorra a descamação e a renovação celular. O médico também pode ajudar indicando ácidos e vitaminas para que você tome. 

Quais cuidados devem ser tomados antes das aplicações? 

Não pense que você que decidiu fazer o resurfacing a laser vai pegar seu dinheiro e ir para a primeira clínica que encontrar. Conheça atitudes a serem tomadas antes, para que não se arrependa lá na frente. 

1.Busque um profissional qualificado 

Antes de realizar a resurfacing a laser procure um médico dermatologista ou fisioterapeuta dermato funcional capacitado para fazer o tratamento. Informe quanto a todos os medicamentos que você toma, pois há aqueles que podem atrapalhar a cicatrização e aumentar o sangramento. 

2.Pare de fumar 

Qualquer pessoa que seja fumante recebe recomendação do médico para que evite o cigarro até duas semanas antes do processo estético, pois o tabaco dificulta a cicatrização, podendo deixar até queloide. 

3.Evite o bronzeamento 

Caso você faça o tratamento em pleno verão, sua pele não pode estar queimada pelo sol. Como o sol não é um estímulo natural de mudança de cor de pele, o laser não consegue achar a tonalidade certa. Outro problema está na atração da luz do laser, podendo provocar manchas ou queimaduras na pele. Se tiver tomado sol, aguarde de 15 a 20 dias para iniciar o tratamento. 

Após o procedimento, quais são as orientações? 

Por mais avançada que esteja a medicina, o processo de recuperação depende muito da conduta do paciente, sendo assim, veja as recomendações para o pós-tratamento facial a laser. 

1.Hidrate a pele  

A hidratação da pele é importante pelo menos três vezes ao dia, com creme para peles sensíveis, pois a pele fica vulnerável. Cremes com fórmulas específicas, indicadas pelo médico, são os mais apropriados. Beba dois litros de água todos os dias para que seu organismo não sofra com a falta dela. 

2.Evite o sol  

Se proteger do sol durante o período de vermelhidão da pele ajuda na recuperação. Caso tenha que se expor ao sol use o protetor solar indicado para seu caso, principalmente nos primeiros dias para que manchas pretas da cicatrização não fiquem marcadas. 

3.Use sabonete facial neutro  

Como a pele está bem sensível é melhor usar um sabonete neutro facial suave, pois o rosto passará por uma descamação por vários dias. Aproveite para colocar água morna ou fria em seu rosto de forma que não irrite a pele. Isso alivia o desconforto e o repuxamento provocado pelo tratamento. 

4.Faça compressa de chá  

O chá de camomila é um ótimo cicatrizante. Assim, faça compressas no rosto com essa erva para reduzir a vermelhidão e o inchaço. Se o chá estiver gelado, melhor ainda, pois ajudará a refrescar a pele. 

5.Tenha boa alimentação  

Mesmo com estas recomendações, é importante não se descuidar da alimentação, que deve ser rica em proteínas e vitamina D para acelerar a recuperação da pele. Os resultados logo aparecerão, mostrando uma pele luminosa, com rugas bem suaves e uma aparência mais jovem.

O tratamento facial a laser tem longa duração, assim, aproveite para fazer uma manutenção permanente. Geralmente, se submetem ao resurfacing a laser as pessoas que querem evitar o bisturi e não têm indicações para uma cirurgia plástica, porque têm poucas marcas de expressão. 

Agora que você conheceu o resurfacing a laser e entendeu o que é e como funciona esse tratamento, não fique brigando com seu espelho e muito menos com você. Neste artigo foram explicadas as indicações e os cuidados que devem ser tomados antes e pós-tratamento. Aproveite que hoje em dia há muitas formas de tratamento para manter sua autoestima elevada e sentir prazer em estar em sua companhia.  

Se ficou alguma dúvida sobre o tema ou caso queira conhecer outros procedimentos, entre em contato com nossa empresa para que possamos lhe ajudar da melhor forma possível. 

A realização de cirurgias plásticas está cada vez mais comum, segura e acessível. Por essa razão, cada vez mais pessoas recorrem a um cirurgião plástico para melhorar aspectos que não estão agradando em seus corpos.
banner clínica integrada de cirurgia plástica
Dr. Lecy Marcondes

DR. Lecy Marcondes

Dr Lecy Marcondes Cabral, Mestre em Cirurgia Plástica pela Escola Paulista de Medicina - UNIFESP, Fellow do Colégio Internacional de Cirurgiões, 35 anos de profissão, graduou-se, em 1982, em medicina pela Faculdade de Medicina de Pouso Alegre, em Minas Gerais:

  • Membro Titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.
  • Membro Titular do Colégio Brasileiro de Cirurgiões.
  • Integra o Corpo Clínico do Hospital e Maternidade São Luiz e do Hospital Israelita Albert Einstein.
  • Pesquisador na área de Cirurgia Plástica
  • Premiado nos Fóruns de Pesquisa do Colégio Brasileiro de Cirurgiões e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.
  • Autor de capítulos de livros publicados nas áreas de cirurgia e cirurgia plástica.
  • Diretor e Responsável da Clínica Integrada de Cirurgia Plástica São Paulo.

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"

Open chat