Confira já 7 dicas para acabar com a celulite de vez

A celulite é caracterizada pelo aparecimento de vários “furinhos” na pele em diversas partes do corpo, afetando principalmente o bumbum e as pernas. O seu surgimento está relacionado a uma alteração provocada pelo acúmulo de toxinas, água e gordura nas células, fazendo com que elas fiquem endurecidas e cheias, o que deixa o local com nódulos e desníveis. Assim, para tentar acabar com a celulite, é preciso mudar alguns hábitos de vida.

Em geral, o problema não apresenta sintomas além do aspecto visível na pele, que é o de casca de laranja. Mas em graus avançados, a pele pode parecer acidentada, com vales e picos. Assim, por ser algo comum, existem vários tratamentos eficazes que podem eliminar ou atenuar a celulite.

Neste post, vamos apresentar 7 dicas de como tratar a celulite e mostrar quais são os principais tipos desse problema. Confira!

Quais são os tipos de celulite?

O primeiro passo para tentar eliminar a celulite de vez é descobrir qual tipo você tem. Ela pode ser classificada quanto à evolução e quanto ao aspecto. Em relação à evolução, ela é classificada em 4 graus:

  • grau I: não é palpável e nem visível. Surgem apenas alterações histopatológicas iniciais;
  • grau II: não é palpável e nem visível pelo pinçamento digital, no qual se observa a pele com um aspecto de laranja. Além disso, a pele fica fria, pálida e com elasticidade diminuída;
  • grau III: é palpável e visível;
  • grau IV: os nódulos são palpáveis, visíveis e maiores, aderidos a planos profundos e dolorosos.

Além disso, a celulite também pode ser classificada em relação à consistência da pele:

  • flácida: mulheres e pessoas sedentárias que perderam bastante peso, o que leva à flacidez;
  • dura: pessoas jovens e que praticam atividades físicas regulares. O aspecto de casca de laranja só surge se comprimido com os dedos;
  • mista: representa a evolução de uma forma antiga para outra. A celulite pode estar endurecida na parte de fora da coxa e já ter a forma flácida na face de dentro;
  • edematosa: ocorre em mulheres jovens e que tomam anticoncepcional. O edema e o aspecto de casca de laranja são precoces.

Como acabar com a celulite?

Abaixo, confira algumas dicas para acabar com esse problema!

1. Mantenha uma alimentação saudável

Para combater a celulite, é essencial adequar a alimentação e evitar ingerir alimentos fritos, processados, enlatados e ricos em açúcar e gordura. Por isso, dê preferência aos alimentos saudáveis, como cereais integrais, frutas, verduras e legumes. Cada pessoa apresenta uma necessidade individual da quantidade de proteínas, minerais e vitaminas que precisa por dia. Por isso, consulte um nutricionista que poderá indicar as quantidades diárias.

2. Beba bastante água

Para abrir os vasos sanguíneos da pele e preservar o sistema de remoção de impurezas do organismo, é necessário beber muita água. Apenas com esse hábito é possível notar diversas mudanças na pele em geral e no funcionamento de todo o metabolismo. Assim, a água faz com que as toxinas sejam eliminadas e os nutrientes cheguem à pele.

Para combater o incômodo, os chás e sucos também podem ser ótimos aliados. Quando se mistura os dois, fazendo os famosos suchás, o desempenho é ainda melhor. Logo, utilize chá de hibisco, cavalinha ou chá-verde e escolha uma fruta da sua preferência.

banner clínica integrada de cirurgia plásticaPowered by Rock Convert

3. Pratique exercícios físicos

Se você quer melhorar a aparência dos “furinhos” e evitar que novos surjam, pratique atividades físicas regularmente. Elas ajudam a eliminar a gordura localizada do quadril e glúteos, além de proporcionarem a melhora da circulação e, por consequência, da aparência da pele. Assim, as melhores opções são pilates, musculação, corrida, caminhada etc.

4. Faça massagens

As massagens auxiliam na melhora da aparência da pele quando combinadas com as dicas anteriores. Logo, a drenagem linfática e as massagens modeladoras diminuem as toxinas, já que provocam a circulação sanguínea. A drenagem linfática, por exemplo, é indicada para os casos iniciais, estimulando a eliminação de toxinas e líquidos do corpo.

Já a massagem modeladora, apesar de não ser indicada para a celulite, e sim para perdas de medidas, pode auxiliar, já que aumenta o fluxo sanguíneo na área massageada, o que favorece a diminuição dos “furinhos”. A automassagem pode ser muito benéfica se associada a cremes. O ativo mais indicado é a cafeína, que inibe a ação da enzima que estoca gordura.

5. Use cremes

Os cremes anticelulite são grandes aliados na hora de combater o problema. Eles são indicados para tratar a celulite grau I e grau II, quando existem depressões mais superficiais e em pouca quantidade. O ideal é que o tratamento utilizando cremes dure 2 meses. Nesse período, é importante usar o cosmético duas vezes ao dia, aplicando o produto com massagens, pois os movimentos ativam a circulação. 

6. Diminua a ingestão de sal

Evitar o consumo excessivo de sal é essencial para quem deseja tratar a celulite. Isso porque ele aumenta a retenção de líquido que está relacionado ao aparecimento do problema. Por isso, uma boa opção é adicionar sal somente no final do preparo das refeições e aumentar a quantidade de ervas aromáticas, como manjericão, orégano e tomilho. Outra estratégia é não colocar sal na salada, optando pela mistura de azeite e limão.

7.Faça tratamentos estéticos

Quando todas as mudanças de hábitos anteriores já foram feitas e o aspecto rugoso da pele continua, uma boa opção é optar pelos tratamentos estéticos. Entre as opções para esse fim, existem a radiofrequência, a carboxiterapia, a mesoterapia, a criolipólise, a corrente russa etc.

A radiofrequência é o tratamento a laser mais indicado, pois melhora a flacidez e a circulação de sangue no local. A técnica atua por meio da produção de calor no tecido por baixo da pele, induzindo a produção de novas fibras colágenas. Com a redução da gordura localizada, ocorre a melhora do aspecto da celulite. 

Se você não conhecia as dicas de como acabar com a celulite, saiba que é preciso mudar alguns hábitos de vida. Por isso, mantenha uma alimentação saudável, pratique exercícios físicos, faça massagens, use cremes e procure uma clínica para tratamentos estéticos. Além disso, para evitar que o problema apareça, evite usar roupas muito apertadas, pare de fumar e tente ingerir menos açúcar.

Gostou do conteúdo sobre como tratar a celulite e quer ficar por dentro das nossas novidades? Então, nos siga nas redes sociais. Estamos no Facebook e no Instagram!

A realização de cirurgias plásticas está cada vez mais comum, segura e acessível. Por essa razão, cada vez mais pessoas recorrem a um cirurgião plástico para melhorar aspectos que não estão agradando em seus corpos.Powered by Rock Convert
Dr. Lecy Marcondes

DR. Lecy Marcondes

Dr Lecy Marcondes Cabral, Mestre em Cirurgia Plástica pela Escola Paulista de Medicina - UNIFESP, Fellow do Colégio Internacional de Cirurgiões, 35 anos de profissão, graduou-se, em 1982, em medicina pela Faculdade de Medicina de Pouso Alegre, em Minas Gerais:

  • Membro Titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.
  • Membro Titular do Colégio Brasileiro de Cirurgiões.
  • Integra o Corpo Clínico do Hospital e Maternidade São Luiz e do Hospital Israelita Albert Einstein.
  • Pesquisador na área de Cirurgia Plástica
  • Premiado nos Fóruns de Pesquisa do Colégio Brasileiro de Cirurgiões e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.
  • Autor de capítulos de livros publicados nas áreas de cirurgia e cirurgia plástica.
  • Diretor e Responsável da Clínica Integrada de Cirurgia Plástica São Paulo.

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"

Navegação