Fique por dentro de como é feita a cirurgia de contorno corporal

Você já se viu insatisfeito com o seu corpo, tentou melhorar a sua silhueta com dieta e exercício físico e, mesmo assim, não gostou do resultado que conquistou? A solução para você pode ser uma cirurgia de contorno corporal!

Essa intervenção cirúrgica tem como principal objetivo remodelar os contornos do tronco e quadril, deixando o paciente com a aparência mais harmônica e equilibrada.

Esse grupo de cirurgias tem sido cada vez mais buscado por pacientes brasileiros. Mas você sabe do que se trata? No artigo de hoje vamos tirar todas as suas dúvidas a respeito desse tema, explicando como funciona o procedimento, para quem ele é mais indicado, quais resultados esperar e ainda quais cuidados ter no pós-operatório. Vamos lá?

O que é a cirurgia de contorno corporal?

A cirurgia de contorno corporal também é conhecida como body lifting e tem como propósito ajudar as pessoas que ainda não estão satisfeitas com o seu corpo, mesmo depois de perder peso, seja por dieta, exercício ou cirurgia bariátrica, a encontrar a harmonia corporal que deseja.

Os procedimentos são um conjunto de cirurgias, que podem ser feitas ao mesmo tempo ou separadas, para remover a gordura localizada em diversas partes do corpo ou o excesso de flacidez causado por grandes emagrecimentos, envelhecimento da pele ou gravidez, e também para remodelar alguma área específica.

De uma forma geral, essas intervenções melhoram a forma e o tônus dos tecidos que sustentam o conjunto formado pela gordura e a pele, a partir da remoção dos excessos.

As principais áreas que podem passar pela cirurgia de contorno do corpo são o abdômen (parte frontal, lateral ou estendendo para as costas), glúteos, virilha e coxas (parte externa, interna, posterior e toda a circunferência).

A cirurgia pode ser dividida por regiões e, dependendo da área que passou pela intervenção, recebe diferentes nomes, como:

  • Upper Body Lift: procedimento feito na parte superior, incluindo abdômen, braços, costas e mamas;
  • Lower Body Lift: nome dado ao procedimento que é feito nas partes inferiores, que compreendem glúteos, coxa e virilha.

Vale ressaltar que esse conjunto de cirurgias não se limita à remoção de gordura e pele. Em alguns casos, o paciente pode optar por retirar a gordura acumulada de um lugar e enxertar em outra área (como glúteos e mamas) para aumentar o volume e melhorar o aspecto.

Quando ela é indicada?

O paciente que deseja se submeter a esse tipo de cirurgia deve estar com o peso corporal estável por pelo menos 12 meses. Em casos específicos, como em pacientes que passaram por uma cirurgia bariátrica, é preciso esperar pelo menos 18 meses, com acompanhamento de uma equipe multidisciplinar, até que a perda de peso tenha se estabilizado. Nesse caso, é preciso ter uma liberação do médico que realizou a cirurgia e a certeza de que o paciente fará um acompanhamento nutricional.

Mulheres que acabaram de virar mães também precisam esperar! O recomendado é que as mães esperem pelo menos 6 meses após parar de amamentar e aguardem a estabilização do peso corporal. Além disso, mulheres que desejam engravidar precisam estar cientes de que a gravidez deve ser postergada para não comprometer o resultado.

Além desses casos, pacientes que estejam muito motivados, não apresentem nenhum problema emocional e que já tentaram outros recursos, mas ainda não estão satisfeitos com o corpo, também podem passar pelo body lifting.

Como é feito o procedimento?

Antes de enfrentar uma mesa de cirurgia, o paciente precisa passar por diversas etapas. A primeira delas é encontrar uma clínica e um cirurgião de confiança para realizar o procedimento com todo suporte e cuidados necessários.

Depois da primeira consulta e da explicação realista do médico em relação aos resultados, o paciente deve passar por uma série de exames pré-operatórios que atestem que está nas condições físicas ideais para se submeter à cirurgia.

Além de não ter nenhum problema grave de saúde que impeça a intervenção, é preciso parar o consumo de álcool, cigarro e alguns medicamentos nos dias que antecedem a operação e seguir as demais recomendações médicas.

No dia da cirurgia é aplicada a anestesia e, então, o cirurgião realiza os cortes na área que será remodelada. O tamanho e o padrão dessas incisões dependerão da localização e do tamanho da área que será removida. Por exemplo, se o body lifting for completo (tratando o abdômen, cintura, coxas e quadris), deve ser feita uma incisão circular em torno do corpo.

Depois de posicionar e definir a nova forma dos tecidos, o corte é fechado com suturas e adesivos. Em casos que houver enxerto de gordura em alguma área, o profissional vai tratá-la, em seguida o tecido será inserido com o auxílio de pequenas agulhas na região desejada.

Quais os cuidados pós-operatórios?

A cirurgia de contorno corporal pode envolver mais de uma incisão e, por isso, o ideal é que o paciente apresente as condições clínicas favoráveis, pois o tempo de intervenção será maior.

Dependendo do paciente, os resultados do body lifting começam a ser visíveis praticamente após o procedimento. Entretanto, o resultado definitivo pode demorar de seis meses a um ano para aparecer por completo.

No entanto, para que esses resultados estejam de acordo com a expectativa criada ao procurar pelo procedimento e também para que não hajam complicações, é preciso que o paciente siga alguns cuidados pós-operatórios, como:

  • faça repouso o tempo que for indicado pelo médico;
  • trate as cicatrizes para que a recuperação seja boa;
  • tome os remédios prescritos de forma correta;
  • evite fazer esforço nos primeiros meses;
  • cuide bem da pele, usando protetor solar e produtos para evitar a flacidez;
  • controle o peso com dietas, exercícios e hábitos saudáveis.

O mais importante na hora de decidir fazer uma cirurgia de contorno corporal é procurar uma clínica especializada que oferece todo suporte e infraestrutura adequados ao procedimento e que contem com profissionais capacitados e credenciados pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Antes de saber os valores, é fundamental agendar uma avaliação geral de suas condições de saúde.

Se você quer saber mais informações sobre cirurgias plásticas, entre em contato conosco e tire suas dúvidas!

Dr. Lecy Marcondes

DR. Lecy Marcondes

Dr Lecy Marcondes Cabral, Mestre em Cirurgia Plástica pela Escola Paulista de Medicina - UNIFESP, Fellow do Colégio Internacional de Cirurgiões, 35 anos de profissão, graduou-se, em 1982, em medicina pela Faculdade de Medicina de Pouso Alegre, em Minas Gerais:

  • Membro Titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.
  • Membro Titular do Colégio Brasileiro de Cirurgiões.
  • Integra o Corpo Clínico do Hospital e Maternidade São Luiz e do Hospital Israelita Albert Einstein.
  • Pesquisador na área de Cirurgia Plástica
  • Premiado nos Fóruns de Pesquisa do Colégio Brasileiro de Cirurgiões e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.
  • Autor de capítulos de livros publicados nas áreas de cirurgia e cirurgia plástica.
  • Diretor e Responsável da Clínica Integrada de Cirurgia Plástica São Paulo.

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"