Implante de silicone nos seios: 13 coisas que você precisa saber

O implante de silicone nas mamas é uma das cirurgias estéticas mais realizadas em nosso país. A mamoplastia de aumento, como também é conhecido esse procedimento, é usada para aumentar o tamanho dos seios ou corrigir a flacidez da pele. Ela pode, ainda, combinar os dois benefícios em pacientes que tenham tido uma perda mamária expressiva em função do emagrecimento.

Atualmente, não é difícil encontrar materiais que explicam cada pormenor da técnica. Com uma busca rápida na Internet, você pode facilmente achar informações sobre a cirurgia e os cuidados pré ou pós-operatórios. Ainda assim, há diversas questões que incitam dúvidas.

Pensando nisso, preparamos uma lista com 13 informações úteis, porém não tão difundidas, sobre o implante de silicone nos seios. Boa leitura!

1. As próteses de silicone duram para sempre?

As próteses de silicone não duram para sempre. É preciso realizar acompanhamento médico anualmente para avaliar o estado dos implantes. Em geral, a troca do implante mamário é recomendada em intervalos de 10 a 15 anos.

Há duas situações que exigem a troca imediata do implante: a ruptura e o encapsulamento. A ruptura da prótese é, normalmente, causada por um forte trauma na região dos seios.

Já o encapsulamento é uma reação exacerbada do corpo à prótese, deixando a mama endurecida e podendo causar dor. O acompanhamento regular com o cirurgião plástico é essencial para a detecção precoce desses problemas.

2. A mamoplastia de aumento corrige seios caídos?

A mamoplastia de aumento não corrige seios caídos, porém, em alguns casos, é possível combinar a cirurgia para implante de silicone com o procedimento para elevação da mama. O cirurgião plástico é o especialista indicado para avaliar a conduta que trará os melhores benefícios estéticos.

3. A decisão pela cirurgia depende exclusivamente de você

A cirurgia para implante de silicone é importante para que a mulher alcance a harmonia que procura em seu corpo. A decisão de se submeter à mamoplastia de aumento é pessoal, já que nenhum procedimento estético deve ser realizado com o intuito de agradar qualquer pessoa que não a si próprio.

4. Além do tamanho, a forma do implante de silicone é importante para um resultado final harmonioso

A prótese deve ser escolhida levando em consideração o biotipo de cada paciente, de forma a proporcionar um resultado final harmonioso. Alguns formatos existentes são: cônicas, redondas de perfil alto ou baixo e gotas (anatômicas). Lembre que aquilo que fica mais natural em uma mulher, pode não funcionar para outra.

5. Não chegue na primeira consulta achando que todas as decisões já foram tomadas

Essa dica é uma continuação da anterior. Você pode até ter coletado muitas informações de antemão e ter sua opinião sobre os melhores tamanhos, formatos ou tipos de incisão. Entretanto, você deve ouvir as recomendações do seu médico antes de tomar qualquer decisão. 

6. A cicatriz pode ser disfarçada, mas não fica invisível

Embora as incisões sejam feitas em áreas discretas (nos sulcos das mamas, ao redor das aréolas ou nas axilas), as cicatrizes podem ser percebidas. O local do corte varia de acodo com a indicação do cirurgião plástico e com a anuência da paciente.

7. Você pode achar seus seios esquisitos no início

O aumento repentino das mamas, somado ao inchaço comum do pós-operatório, pode causar um estranhamento nos primeiros dias depois da cirurgia. A boa notícia é que tanto o edema quanto a sensação de que tem algo esquisito passam após alguns dias.

banner clínica integrada de cirurgia plásticaPowered by Rock Convert

8. O sucesso do procedimento depende tanto de um bom cirurgião quanto das expectativas da paciente

Sem dúvida nenhuma, escolher um cirurgião plástico qualificado é um passo muito importante para a obtenção de bons resultados. Entretanto, é preciso ter expectativas realistas com a cirurgia. Caso contrário, não importa o sucesso do procedimento do ponto de vista físico. Ainda assim, a paciente ficará insatisfeita.

9. O implante de silicone nos seios é recomendado para todas as mulheres?

Além de ser contraindicada para pacientes que buscam resultados inatingíveis, a mamoplastia de aumento não é recomendada para adolescentes que ainda estejam na fase de crescimento.

Algumas condições também elevam consideravelmente os riscos da cirurgia e devem ser tratadas antes da realização do implante. É o caso, por exemplo, do excesso de peso e do tabagismo.

10. Como toda cirurgia, o implante de silicone nos seios também pode ter complicações

As próteses de silicone não são prejudiciais à saúde das mamas. Porém, a colocação dos implantes apresenta alguns riscos cirúrgicos e anestésicos. Por isso, o médico costuma solicitar uma série de exames pré-operatórios e fazer um histórico médico detalhado a fim de reduzir o aparecimento de consequências desagradáveis.

Os riscos da cirurgia incluem problemas de cicatrização, infecção, dor, formação de tecido cicatricial ao redor da prótese e resultados diferentes do imaginado. Cabe ressaltar, entretanto, que esses riscos são pequenos quando a cirurgia é realizada por um profissional experiente em um centro médico qualificado.

11. É preciso fazer um planejamento pós-cirurgia

A cirurgia para implante de silicone nos seios dura cerca de 2 horas e, normalmente, a paciente é liberada para voltar para casa no mesmo dia ou no dia seguinte.

Entretanto, para uma boa recuperação, a rotina precisa sofrer algumas alterações. O médico, possivelmente, fará algumas recomendações a recém-operada, tais quais:

  • manter repouso total por um ou dois dias;
  • restringir as atividades cotidianas (trabalhar, fazer compras e dirigir, por exemplo);
  • evitar a exposição solar a fim de evitar o surgimento de manchas;
  • não praticar exercício físico por algumas semanas ou meses.

12. A prótese de silicone não causa câncer nem impede a amamentação

Dois mitos frequentemente associados ao implante de silicone nos seios, porém infundados. O risco de desenvolver câncer de mama não é maior em mulheres com próteses. Além disso, a amamentação não é prejudicada pelos implantes.

Entretanto, a mulher deve esperar alguns meses para engravidar após realizar a mamoplastia de aumento. Para aquelas que amamentam, a recomendação é realizar o procedimento apenas após cessar completamente a produção de leite.

13. A sensibilidade nos mamilos pode mudar após a colocação dos implantes

A diminuição da sensibilidade nas mamas pode ocorrer de forma temporária ou permanente. O risco é maior em pacientes que optam por próteses mais volumosas colocadas por via periareolar.

E então? Gostou de conhecer um pouco mais sobre o implante de silicone nos seios? Se você ainda tem dúvidas ou quer compartilhar algo conosco, não esqueça de deixar o seu comentário!

 

 

A realização de cirurgias plásticas está cada vez mais comum, segura e acessível. Por essa razão, cada vez mais pessoas recorrem a um cirurgião plástico para melhorar aspectos que não estão agradando em seus corpos.Powered by Rock Convert
Dr. Lecy Marcondes

DR. Lecy Marcondes

Dr Lecy Marcondes Cabral, Mestre em Cirurgia Plástica pela Escola Paulista de Medicina - UNIFESP, Fellow do Colégio Internacional de Cirurgiões, 35 anos de profissão, graduou-se, em 1982, em medicina pela Faculdade de Medicina de Pouso Alegre, em Minas Gerais:

  • Membro Titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.
  • Membro Titular do Colégio Brasileiro de Cirurgiões.
  • Integra o Corpo Clínico do Hospital e Maternidade São Luiz e do Hospital Israelita Albert Einstein.
  • Pesquisador na área de Cirurgia Plástica
  • Premiado nos Fóruns de Pesquisa do Colégio Brasileiro de Cirurgiões e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.
  • Autor de capítulos de livros publicados nas áreas de cirurgia e cirurgia plástica.
  • Diretor e Responsável da Clínica Integrada de Cirurgia Plástica São Paulo.

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"

Navegação