O que levar em conta ao escolher um cirurgião plástico?

O espelho nem sempre reflete aquilo que queremos ver. E, nessa busca pela imagem ideal, mais pessoas buscam alternativas na especialização de um cirurgião plástico.

A Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica e Estética (Isaps) revelou que 1.224.300 cirurgias plásticas foram realizadas no Brasil (dados de 2015), sendo o segundo país no ranking global .

A busca por um bom cirurgião plástico deve ser feito com planejamento e cautela. Por isso, preparar-se para solucionar todas as dúvidas é o caminho mais prático para a escolha certa.

Neste post, selecionamos algumas questões para orientar você na pesquisa pelo melhor cirurgião plástico. Confira!

O cirurgião plástico é um especialista?

A cirurgia plástica é uma especialidade da medicina, assim sendo, o cirurgião precisa necessariamente ser um especialista.

Por isso, é importante selecionar de maneira criteriosa o cirurgião plástico, para que você tenha uma solução harmoniosa para o seu contorno corporal ou facial, e, o mais importante, que você surpreenda-se com o resultado.

O profissional é membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica?

Além de especialista, o cirurgião plástico traz mais segurança aos pacientes quando ele é um membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

Para saber se os profissionais escolhidos em suas pesquisas preliminares são membros da sociedade, acesse o site e pesquise sobre eles. Para tanto, é importante que você relacione uma série de dados, como:

  • o nome do profissional;

  • o seu CRM (registro no Conselho Regional de Medicina).

Essas questões te ajudam a refinar sua pesquisa nas etapas seguintes, como veremos adiante.

Como aprofundar a busca por um cirurgião?

Além das informações citadas anteriormente, você pode fazer pesquisas online relacionadas ao nome e o CRM do médico nos mecanismos de busca.

Isso permite que você avalie se existem reclamações sobre ele ou mesmo elogios sobre o serviço. Aproveite para visitar (se houver) o site e as redes sociais do profissional. Lá, você pode ter um contato maior com quem já realizou qualquer tipo de procedimento com ele, e tirar suas dúvidas.

As qualificações profissionais são muito importantes?

Acreditamos que sim. Em recente estudo da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, 63% dos processos decorrentes de erros médicos envolvem a falta de especialização dos profissionais.

É importante, então, saber como o cirurgião se mantém atualizado na prática médica. Podem ser cursos de aperfeiçoamento profissional ou mesmo a participação em congressos, palestras e outros tipos de eventos profissionais. Quanto mais ele se dedica em desenvolver suas habilidades e competências, mais segurança ele pode transmitir aos pacientes.

O que perguntar ao médico?

Além de todas as questões relacionadas à sua situação, você pode enriquecer a sua pesquisa questionando o próprio cirurgião. Entre as perguntas mais importantes, destacamos as seguintes:

banner clínica integrada de cirurgia plásticaPowered by Rock Convert
  • como é o ambiente onde será realizada a cirurgia?

  • eles trabalham com todos os equipamentos necessários — até mesmo os emergenciais?

  • qual é o tempo aproximado do procedimento?

  • quais são os riscos que envolvem a cirurgia?

  • como será a recuperação durante o pós-cirúrgico?

  • existe a possibilidade de um acompanhante no local?

  • quantas pessoas fazem parte da equipe do cirurgião?

Sobre essa última questão, vale observar que a equipe de um cirurgião plástico é composta por ele, um cirurgião auxiliar, profissionais para manusear os instrumentos e a anestesia, além de uma pessoa especializada em enfermagem. Uma equipe maior pode oferecer mais segurança e garantir mais tranquilidade aos pacientes.

O que mais posso extrair do médico?

Com todas as respostas em mãos, é hora de avaliar também como é a relação do médico com os pacientes. Afinal, ele deve trazer segurança e desfazer preocupações variadas que vão além do procedimento cirúrgico.

Por isso, analise se ele demonstra preocupação com seu bem-estar ao longo do atendimento, pois é importante que o profissional acompanhe você por todo o processo, além de estar presente para atestar o momento certo para a alta hospitalar e passar as devidas orientações para você se cuidar em casa.

Em quais hospitais o cirurgião opera?

De maneira complementar às suas pesquisas, é válido descobrir em quais hospitais o profissional tem o costume de trabalhar. Independentemente de ser um local tradicional no mercado ou não, a informação é valiosa para sua pesquisa.

E isso se deve ao fato de que você pode identificar qualidades e pontos de atenção a respeito do lugar. Como exemplo, podemos citar a habilitação do estabelecimento pela Vigilância Sanitária.

Outra ideia interessante consiste em seguir os mesmos procedimentos online efetuados com o médico: visitar o site e as redes sociais do local.

O hospital ou clínica oferece respaldo?

Caso queira saber um pouco mais sobre o local onde o procedimento será realizado, uma visita presencial é muito bem-vinda e pode ajudar a esclarecer suas dúvidas.

Assim, você pode averiguar por conta própria se os ambientes são limpos e higienizados, se tudo está regularizado segundo as determinações da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e se alguns critérios básicos atendem às suas exigências, como:

  • apresentação dos ambientes no geral;

  • atenção e simpatia dos funcionários de atendimento e do corpo médico;

  • quantidade de profissionais presentes no local.

Outro ponto relevante é a verificação do respaldo que o hospital ou clínica oferece. Por exemplo, os pacientes são enviados a outro hospital diante de um imprevisto ou o local se destaca pela capacidade operacional de atender eventuais intercorrências?

Quem mais pode me ajudar nessa orientação?

Se você estiver em busca de indicações, a melhor maneira é encontrar referências com algum familiar, amigo ou conhecido. Ninguém melhor do que aqueles próximos a você para sugerirem alguém que eles confiem e sintam-se seguros em indicar. Por meio dessas recomendações, você consegue avaliar com precisão se o cirurgião plástico pode atender aos seus objetivos e necessidades.

E então, o que achou das questões que selecionamos para você escolher, sem nenhuma dúvida, o melhor cirurgião plástico? Agora, para colocar em prática as dicas que trouxemos neste artigo, entre em contato conosco e descubra como a Clínica Integrada de Cirurgia Plástica São Paulo tem se preparado há 30 anos para surpreender seus pacientes.

A realização de cirurgias plásticas está cada vez mais comum, segura e acessível. Por essa razão, cada vez mais pessoas recorrem a um cirurgião plástico para melhorar aspectos que não estão agradando em seus corpos.Powered by Rock Convert
Dr. Lecy Marcondes

DR. Lecy Marcondes

Dr Lecy Marcondes Cabral, Mestre em Cirurgia Plástica pela Escola Paulista de Medicina - UNIFESP, Fellow do Colégio Internacional de Cirurgiões, 35 anos de profissão, graduou-se, em 1982, em medicina pela Faculdade de Medicina de Pouso Alegre, em Minas Gerais:

  • Membro Titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.
  • Membro Titular do Colégio Brasileiro de Cirurgiões.
  • Integra o Corpo Clínico do Hospital e Maternidade São Luiz e do Hospital Israelita Albert Einstein.
  • Pesquisador na área de Cirurgia Plástica
  • Premiado nos Fóruns de Pesquisa do Colégio Brasileiro de Cirurgiões e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.
  • Autor de capítulos de livros publicados nas áreas de cirurgia e cirurgia plástica.
  • Diretor e Responsável da Clínica Integrada de Cirurgia Plástica São Paulo.

5 Comentários

  1. Avatar
    Katiasays:

    Eu escolhi a melhor. Completa

  2. Avatar
    Maria Aparecida Martorellisays:

    Escolhi muito bem – Dr.Lecy

  3. Avatar
    Maria Aparecida Martorellisays:

    Escolhi muito bem – Dr.Lecy

  4. Avatar
    Maria Aparecida Martorellisays:

    Escolhi muito bem – Dr.Lecy

  5. Avatar
    Sandra Regina B. Silvasays:

    Oi, boa noite
    Operei com 63 kilos e agora fico ente 58 a 59, minha barriga está um pouco flácida, será que é normal? O que devo fazer quando a gente não está satisfeita com a cirurgia? Faz 6 meses que fiz, estou um pouco triste, de pé fica bom mas sentada e deitada fica um pouco de papinha, com calça comprida sentada tbm fica um pneuzinho, é normal? Vai melhorar será? Preciso de uma orientação, pode me ajudar? Obrigada

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"

Navegação