Por que evitar o ganho de peso após cirurgia bariátrica?

A intervenção cirúrgica é uma alternativa que promove bons resultados para quem quer combater a obesidade e ter um peso mais saudável, mas já tentou outros métodos sem muito sucesso. O problema é que, o resultado pode variar de acordo com alguns fatores, ou seja, dependendo dos hábitos do paciente, organismo ou histórico familiar, por exemplo, pode ocorrer o ganho de peso após cirurgia bariátrica.

E você sabe por que isso acontece? Neste artigo, vamos entender como ocorre a perda de peso na cirurgia bariátrica, qual a importância de manter o controle e daremos dicas de como evitar o ganho de peso após cirurgia bariátrica. Vamos lá? Confira!

Como ocorre a perda de peso com a cirurgia bariátrica?

A cirurgia bariátrica, ou redução de estômago, é indicada para tratamentos de graus avançados de obesidade e quando há risco de agravamento de doenças como diabetes ou hipertensão arterial. Essa intervenção pode ser classificada em 4 tipos regulamentados pela ANS, de acordo como a forma como trabalha a eliminação do peso:

  • gastroplastia em Y: diminui a capacidade do estômago para 10% restringindo a quantidade de alimento consumida e desviando-os para o duodeno causando a redução do apetite;
  • gastrectomia vertical: remove aproximadamente 80% do estômago tornando-o um tubo estreito.
  • derivação bileopancreática: além da redução do estômago é aliado a um desvio intestinal, o que inibe a absorção calórica;
  • banda gástrica ajustável: é feita com uma inserção de um dispositivo de silicone no começo do estômago. É um método reversível e pouco invasivo, mas pode sofrer rejeição do organismo.

É importante lembrar que a recomendação para qualquer um dos tipos de cirurgia dependerá da indicação de um profissional da área.

A perda de peso acontece devido às mais diversas alterações fisiológicas causadas pelas intervenções bariátricas. Por isso, após o procedimento é importante observar as taxas hormonais, seguir as diferentes fases da dieta e criar uma rotina com atividades físicas, caso contrário, o risco de ganhar peso futuramente é grande.

Qual a importância de controlar o peso após o procedimento?

O período pós-operatório para pacientes bariátricos exige uma série de cuidados. Além das medidas indicadas em qualquer procedimento, como repouso, seguir a medicação recomendada, evitar esforço físico e sol na região é preciso estar atento à alimentação e aos hábitos de vida.

Caso essas recomendações não sejam seguidas, o paciente da cirurgia bariátrica pode apresentar algumas consequências como fraqueza, anemia, queda de cabelo e fraqueza nas unhas, osteoporose e, principalmente, o ganho de peso.

O ganho de peso após cirurgia bariátrica causa transtorno físico, afinal, a gordura que era um problema volta a incomodar, e também psicológico, uma vez que ele pode apresentar culpa por acreditar que é o responsável pela falta de sucesso da cirurgia.

A situação ocorre, pois, normalmente, em média, até os 18 meses a pessoa está motivada, já que há uma grande perda de peso e ela ainda segue a risca as orientações da equipe médica. Soma-se a isso o fato de ter a autoestima elevada, graças aos constantes elogios à nova forma física. Entretanto, com o tempo, o apetite pode aumentar gradativamente e a compulsão alimentar pode crescer e o paciente pode voltar a ter os mesmos hábitos alimentares de antes da cirurgia.

Com o ganho de peso após cirurgia bariátrica, problemas emocionais podem surgir, aumentando a dificuldade em emagrecer de forma saudável.

banner clínica integrada de cirurgia plásticaPowered by Rock Convert

É importante lembrar que é normal apresentar uma estagnação na perda de peso depois de um tempo ou até um pequeno aumento na balança. No entanto, engordar muitos quilos associados ao surgimento de doenças podem causar prejuízos à saúde, e por isso, merece atenção.

O que deve ser feito para evitar o ganho de peso após cirurgia bariátrica?

Como vimos, o ganho de peso após cirurgia bariátrica pode causar consequências físicas e psicológicas. Por essa razão, o sucesso da intervenção depende de algumas atitudes por parte do paciente.

Faça um acompanhamento médico multidisciplinar

Enfrentar uma cirurgia bariátrica e todo processo envolvido exige preparo emocional e consciência dos cuidados a serem tomados. Mesmo depois, é muito importante que o paciente passe por constantes avaliações físicas e psíquicas para identificar o seu estado de saúde.

Por essa razão, além do cirurgião plástico é preciso contar com a ajuda de uma equipe multidisciplinar composta por clínicos, nutricionistas e psicológicos que façam análises e investigações do quadro e que deem suporte ao paciente em todo processo operatório e pelo resto da vida.

Mantenha uma alimentação equilibrada

Além do acompanhamento médico, o paciente precisa estar aberto a adotar uma alimentação equilibrada. Ou seja, mesmo com a perda de peso, é necessário a adoção de hábitos alimentares saudáveis como ingestão de proteínas magras, carboidratos integrais, frutas, legumes, verduras, gorduras boas e evitar ao máximo produtos industrializados, calóricos e ricos em açúcar.

Invista em suplementação de vitaminas e sais minerais

Devido a retirada de parte do estômago e do intestino e, consequentemente, uma mudança na forma como o organismo absorve os nutrientes, algumas pessoas podem apresentar deficiências nutricionais. Para reverter esse quadro é interessante, com recomendação nutricional, apostar na suplementação segura de vitaminas e sais minerais.

Respeite as etapas da dieta proposta

O período de recuperação da bariátrica exige uma dieta específica para cada fase. A indicação é que seja feita da seguinte maneira:

  • entre 24 h e 48 h deve ser priorizada uma dieta sem resíduos para auxiliar na adaptação à nova forma. Devem ser ingeridos chás, sucos naturais, água e caldo de carne de acordo com a recomendação médica.
  • entre 1 a 2 semanas é introduzida a dieta líquida em que podem ser incluídas vitaminas, leite desnatado, caldo de legumes, sopas, iogurte e gelatina amolecida;
  • entre 2 e 4 semanas é introduzida a dieta pastosa para estimular a mastigação em que podem ser servidos em pequenas porções alimentos como carne, ovos mexidos, vegetais cozidos, leguminosa, sopas, frutas etc.
  • por fim a dieta regular que é quando o paciente pode voltar a se alimentar se forma saudável, respeitando os limites do corpo.

Considere fazer cirurgias para melhorar a autoestima

Uma das formas de fazer com o paciente siga firme na mudança de hábitos e evitar o ganho de peso é recorrer a cirurgias plásticas para remoção do excesso de pele em algumas áreas e, até mesmo, a lipoaspiração para a retirada de algum ponto de gordura localizada. Com os resultados mais visíveis a sua autoestima será ainda maior.

Como vimos, o ganho de peso após cirurgia bariátrica pode acontecer com pacientes que não fazem acompanhamento adequado ou que não aderem a uma mudança de hábitos. Por isso, procure por clínicas sérias que oferecem toda estrutura para a realização do procedimento e de todo acompanhamento necessário.

Gostou desse assunto? Que tal acessar o nosso conteúdo com 6 dicas para acabar com a gordura localizada?

A realização de cirurgias plásticas está cada vez mais comum, segura e acessível. Por essa razão, cada vez mais pessoas recorrem a um cirurgião plástico para melhorar aspectos que não estão agradando em seus corpos.Powered by Rock Convert
Dr. Lecy Marcondes

DR. Lecy Marcondes

Dr Lecy Marcondes Cabral, Mestre em Cirurgia Plástica pela Escola Paulista de Medicina - UNIFESP, Fellow do Colégio Internacional de Cirurgiões, 35 anos de profissão, graduou-se, em 1982, em medicina pela Faculdade de Medicina de Pouso Alegre, em Minas Gerais:

  • Membro Titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.
  • Membro Titular do Colégio Brasileiro de Cirurgiões.
  • Integra o Corpo Clínico do Hospital e Maternidade São Luiz e do Hospital Israelita Albert Einstein.
  • Pesquisador na área de Cirurgia Plástica
  • Premiado nos Fóruns de Pesquisa do Colégio Brasileiro de Cirurgiões e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.
  • Autor de capítulos de livros publicados nas áreas de cirurgia e cirurgia plástica.
  • Diretor e Responsável da Clínica Integrada de Cirurgia Plástica São Paulo.

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"

Navegação