Quais as diferenças entre rugas e linhas de expressão?

Em algum momento da vida, por mais que tenhamos um cuidado rigoroso com a pele do rosto, os primeiros sinais de envelhecimento vão surgir. Alguns sinais como manchas, perda da elasticidade e as rugas começam a tomar espaço despertando a nossa preocupação e até a baixa da autoestima

A boa notícia é que, na maioria das vezes, esses problemas têm tratamento. Para demonstrar isso, vamos explicar as diferenças entre rugas e linhas de expressão.

Portanto, se você quer entender quais são as suas causas, como elas surgem e quais os possíveis tratamentos tanto para rugas quanto para linhas de expressão, leia este artigo até o final e descubra!

O que são rugas?

As rugas são sulcos ou linhas profundas que surgem na pele, principalmente no rosto como uma das marcas mais evidentes do processo de envelhecimento. Embora seu aparecimento seja mais comum após os 30 anos de idade, é possível, no caso de predisposição genética, que esses sulcos apareçam por volta dos 25 anos.

Quando nos referimos às rugas, falamos de um nível de profundidade mais avançada. Elas são mais frequentes na região próxima aos olhos, entre o lábio superior e o nariz, na testa e, também, no pescoço.

Elas podem, ainda, estar associadas a outros sinais da evolução da idade como alterações de cor em algumas regiões da pele, aumento de vasos sanguíneos, pequenos tumores benignos e nevos (pequenas pintas pretas).

O envelhecimento da pele ocorre devido à perda de elasticidade (capacidade que a pele tem de responder às movimentações realizadas pela musculatura) e plasticidade (caracterizada pela capacidade da pele se moldar ao rosto).

Soma-se a isso o fato de a própria massa muscular da área do rosto se tornar flácida e reduzir o tamanho, fazendo com que sobre pele.

Associado a todo esse processo, é preciso considerar o estresse pelo qual as células passam. Afinal, trata-se de um fator que contribui enormemente para o aparecimento das linhas. O estresse pode ocorrer pela ação de forças endógenas (originadas pelo próprio organismo) e exógenas (oriundos de meios externos ao corpo humano).

Os principais fatores endógenos que contribuem para o aparecimento das rugas é carga genética e o aparecimento de doenças associadas com a elasticidade da pele. Como causas exógenas podemos apontar os seguintes processos:  

  • exposição solar sem proteção;
  • falta de hidratação da pele;
  • tabagismo;
  • perda brusca de peso;
  • exposição a herbicidas.

O que são linhas de expressão?

Como vimos, as rugas são linhas profundas na pele e são um estágio mais avançado do envelhecimento. No entanto, outras linhas podem surgir na pele do rosto sem necessariamente terem alguma ligação com o envelhecimento. Essas são as chamadas linhas de expressão.

Para entender melhor o que são esses sinais, pense nas seguintes situações: imagine que você está em um ambiente com pouca luz e de repente, vai para onde tem luz solar. A reação normal é contrair os olhos para tentar enxergar, não é mesmo? É o que também ocorre com quem tem dificuldade para enxergar e não usa óculos.

Outro caso bem ilustrativo é quando estamos indignados com alguma situação e a nossa testa tende a se franzir. Ficou na dúvida, faça o teste em frente ao espelho!

Esses dois exemplos servem para pensarmos melhor na definição de linhas de expressão que, assim como o nome indica, são marcas causadas pela repetição de determinadas expressões faciais e podem surgir a partir dos 20 anos.

banner clínica integrada de cirurgia plásticaPowered by Rock Convert

Elas são mais comuns onde há maior movimentação dos músculos faciais como ao redor da boca, dos olhos, a testa e entre as sobrancelhas.

Entre as principais causas desse tipo de linha, destacam-se, além das expressões, a necessidade do uso de óculos (isto é, quando a pessoa tem algum problema de visão e não os utilizam, fazendo com que a musculatura do olho seja continuamente contraída), estresse, ingestão insuficiente de água e excessiva exposição solar.

Com a diminuição do colágeno, bem como a elasticidade e plasticidade da pele, se não tratadas, essas linhas tendem a se tornar mais numerosas e profundas e, posteriormente se tornando rugas.

Quais as principais diferenças entre elas?

Conforme mencionado, as principais diferenças entre as rugas e as linhas de expressão relacionam-se às diferentes causas e a profundidade com que se manifestam na pele. Enquanto as linhas de expressão têm origem predominantemente externa, as rugas possuem causas tanto externas quanto internas.

Essa variação que existe entre os dois tipos é decisiva na hora de escolher o tratamento, já que enquanto as linhas são mais finas e fáceis de serem reduzidas, as rugas exigem procedimentos mais complexos. Entenda melhor sobre tratamentos para os sinais faciais no próximo tópico.

Quais os tratamentos em ambos os casos?

Para os casos apontados, existem alguns tratamentos específicos.

Toxina botulínica (Botox)

Indicado tanto para linhas de expressão quanto para rugas finas, esse procedimento consiste na aplicação do produto no local desejado para suavizar o problema. Não se trata de um processo definitivo, ou seja, há a necessidade de reaplicação conforme a necessidade de cada paciente e as características de sua pele.

Laser

Consiste na estimulação da produção de colágeno e elastina na região afetada por meio da penetração do raio laser em microperfurações na pele facial. Pode ser usado em ambos os casos.

Ácido retinóico

Esse ácido é derivado da vitamina A, sendo é bastante popular no tratamento do envelhecimento facial. Atua por meio de uma ligação com receptores nucleares na pele, exercendo função terapêutica, tanto nos casos de envelhecimento causado por fatores externos quanto internos.

Peelings químicos 

 

Preenchimento facial com ácido hialurônico

É um tratamento para embelezamento e reestruturação da pele, preenchendo rugas e sulcos (principalmente para o sulco nasogeniano ou bigode chinês), melhorando todo o contorno facial como um todo, além de promover a hidratação da pele.

Eletrolifting

O eletrolifting é um processo que consiste na correção da flacidez do rosto, por meio de um estímulo elétrico que ajuda na produção de novas fibras preenchendo as linhas de expressão e as rugas.

Muitas vezes, as diferenças entre rugas e linhas de expressão só podem ser identificadas por um cirurgião plástico ou dermatologista. Além disso, somente um profissional especializado pode indicar o tratamento que mais se adapta a sua pele e às suas necessidades.

E aí, o que achou do nosso conteúdo? Quer ficar por dentro de tudo sobre cirurgias plásticas e cuidados com o corpo? Siga nossas redes sociais! Estamos no Facebook e no Instagram.

A realização de cirurgias plásticas está cada vez mais comum, segura e acessível. Por essa razão, cada vez mais pessoas recorrem a um cirurgião plástico para melhorar aspectos que não estão agradando em seus corpos.Powered by Rock Convert
Dr. Lecy Marcondes

DR. Lecy Marcondes

Dr Lecy Marcondes Cabral, Mestre em Cirurgia Plástica pela Escola Paulista de Medicina - UNIFESP, Fellow do Colégio Internacional de Cirurgiões, 35 anos de profissão, graduou-se, em 1982, em medicina pela Faculdade de Medicina de Pouso Alegre, em Minas Gerais:

  • Membro Titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.
  • Membro Titular do Colégio Brasileiro de Cirurgiões.
  • Integra o Corpo Clínico do Hospital e Maternidade São Luiz e do Hospital Israelita Albert Einstein.
  • Pesquisador na área de Cirurgia Plástica
  • Premiado nos Fóruns de Pesquisa do Colégio Brasileiro de Cirurgiões e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.
  • Autor de capítulos de livros publicados nas áreas de cirurgia e cirurgia plástica.
  • Diretor e Responsável da Clínica Integrada de Cirurgia Plástica São Paulo.

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"

Navegação