Tem medo de cirurgia? Veja como superá-lo para fazer o procedimento

Muitas pessoas têm medo de cirurgia só de pensar, agora imagine quando elas ficam sabendo que terão de fazer. Independentemente se for por uma doença ou fins estéticos o pavor aparece. Geralmente, essa angústia e ansiedade ocorrem devido à falta de informações corretas e cobertura da mídia que dá ênfase aos casos que deram errados ou tiveram complicações. Dessa forma, deixam os pacientes inseguros e com diversos temores. 

Contudo, não se assuste, tudo isso é normal, o importante é buscar conhecimento qualificado para solucionar as suas dúvidas e ampliar os dados sobre o assunto. Assim, neste post, explicaremos mais sobre o medo, bem como dicas para perdê-lo. Quer saber mais a respeito? Confira abaixo!

Entenda que sentir medo de cirurgia é normal

É comum as pessoas sentirem medo do desconhecido, isso inclui a cirurgia plástica. Logo, o paciente precisa entender os riscos existentes e o que eles podem representar na operação, além de esclarecer as dúvidas para quebrar os mitos. Isso é muito importante, já que tem o propósito de fazer a pessoa se sentir segura, confiante e tomar uma decisão. Afinal, o processo psicológico ajudará bastante na recuperação.

Não deixe o medo se tornar um empecilho, pois é função do médico e sua equipe explicar todo procedimento cirúrgico desde o preparo no dia da operação, sua internação, a volta da cirurgia, a relevância do acompanhante, o período pós-cirúrgico até o pronto restabelecimento. Como a cirurgia plástica costumeiramente é eletiva, pode ser agendada conforme a disponibilidade do paciente e do cirurgião. Isso é uma vantagem, porque pode ser feito um planejamento para que haja a minimização de riscos.

Contudo, ninguém está 100% livre de complicações, mesmo os procedimentos sendo pouco invasivos, é necessário fazer incisões, anestesia e manipulação de tecidos. Portanto, saiba escolher um cirurgião qualificado, assim como sua equipe. Além disso, as intervenções precisam ser em um ambiente hospitalar. Por isso, profissionais com experiência visam as regras de segurança para que não haja nenhuma intercorrência.

Entretanto, se mesmo assim o medo persistir, o indicado é fazer um tratamento psicológico, já que a vontade de realizar a cirurgia plástica não foi suficiente para enfrentar a fobia. No entanto, aquele paciente que fica bem informado, avalia os riscos, confia na equipe médica, supera o receio e realiza a sonhada cirurgia plástica.

Saiba como superar o medo de realizar uma cirurgia

Entenda como você pode quebrar essa barreira e fazer o procedimento tranquilamente.

Compreenda as causas do medo

Caso não tenha conseguido superar o medo, um psicólogo poderá auxiliá-lo nessa questão. Pois, ele fará você descobrir seus sentimentos em relação à hospitalização e ao procedimento que terá de se submeter, bem como os motivos deles. Assim, você encontrará respostas para suas dúvidas de maneira que possa ultrapassar seu medo e fazer a cirurgia tranquilamente.

Converse com outras pessoas

Além de conversar com o médico e o psicólogo, aproveite para buscar mais informações com as pessoas que já passaram por essa situação. Eles falarão sobre seus sentimentos, os procedimentos, poderão dar dicas valiosas para o pós-cirúrgico e, ainda, indicarão os profissionais adequados.

banner clínica integrada de cirurgia plásticaPowered by Rock Convert

Se você não conhece ninguém que tenha feito a operação, entre nas redes sociais ou fóruns que abordam o tema. Ali você encontrará pessoas compartilhando suas experiências, esclarecendo alguma pergunta e abordando assuntos relativos à intervenção.

Tire todas as dúvidas

Não sinta vergonha de fazer nenhuma pergunta ao cirurgião plástico, pois é importante ter o máximo de informações. Aproveite para expor suas angústias e se sentir tranquilo sobre o que vai fazer. Nenhuma pergunta é tola, muitas vezes ela pode ser decisiva para que você tome a decisão acertada. Portanto, questione o tanto que for preciso para saber a verdade, não crie fantasias na sua cabeça e não atrase seu objetivo.

Veja os possíveis resultados da cirurgia

Com a internet, agora é possível descobrir mais a respeito do assunto. Então, pesquise, em sites confiáveis, como ficaram os resultados das plásticas que você pretende fazer em outras pessoas. Procure por páginas de médicos e instituições qualificadas que oferecem informações verdadeiras. Saiba filtrar o que será acessado para não consumir dados falsos e ter seu medo aumentado.

Busque um especialista

Busque um cirurgião plástico certificado e especialista na área, mesmo que seja para um simples procedimento. Ele saberá dar as devidas orientações para todo o processo, pois terá conhecimento e experiência para isso.

Para se certificar quanto à competência do profissional, acesse o site da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica para conhecer o histórico dele e de outros. Outra observação é considerar as indicações feitas pelas pessoas que passaram por isso. Observe qual teve melhores resultados e faça uma consulta. É sempre bom ter uma segunda opinião.

Conheça o tipo de anestesia que será utilizada

O tipo de anestesia que será empregada é um dos grandes receios dos pacientes. Entender seu funcionamento, riscos, métodos usados é relevante para sua decisão. No caso de cirurgia plástica, geralmente é aplicado dois tipos:

  • anestesia geral que bloqueia a dor no corpo inteiro, paralisando os músculos, promovendo a inconsciência temporária da pessoa. Nessa, o paciente é intubado porque os músculos respiratórios são paralisados. Ela é usada em cirurgias longas e de grande porte;
  • anestesia regional que bloqueia a dor em uma determinada região do corpo, por exemplo, a área abaixo da cintura, uma perna, um braço. É feita em cirurgias mais simples e o paciente não é intubado.

Avalie se a cirurgia é importante para você

Veja até que ponto o problema que se encontra no seu corpo interfere na sua qualidade de vida e autoestima, ou seja, se realmente precisa realizá-la. Portanto, se questione antes de qualquer atitude. Pode ser que a sua imaginação espere por algo que pode não acontecer, assim, pondere cada análise para não se arrepender depois.

Estar bem informado é relevante para impedir que o medo de cirurgia tome conta e você não realize seu procedimento. Diante disso, procure o máximo de conhecimento para que, ao adentrar o centro cirúrgico, você esteja seguro e confiante. Além disso, avalie o acolhimento da equipe para trazer serenidade ao seu momento tão especial.

Considerou o tema importante? Compartilhe o assunto nas suas redes sociais para que mais pessoas estejam bem informadas.

A realização de cirurgias plásticas está cada vez mais comum, segura e acessível. Por essa razão, cada vez mais pessoas recorrem a um cirurgião plástico para melhorar aspectos que não estão agradando em seus corpos.Powered by Rock Convert
Dr. Lecy Marcondes

DR. Lecy Marcondes

Dr Lecy Marcondes Cabral, Mestre em Cirurgia Plástica pela Escola Paulista de Medicina - UNIFESP, Fellow do Colégio Internacional de Cirurgiões, 35 anos de profissão, graduou-se, em 1982, em medicina pela Faculdade de Medicina de Pouso Alegre, em Minas Gerais:

  • Membro Titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.
  • Membro Titular do Colégio Brasileiro de Cirurgiões.
  • Integra o Corpo Clínico do Hospital e Maternidade São Luiz e do Hospital Israelita Albert Einstein.
  • Pesquisador na área de Cirurgia Plástica
  • Premiado nos Fóruns de Pesquisa do Colégio Brasileiro de Cirurgiões e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.
  • Autor de capítulos de livros publicados nas áreas de cirurgia e cirurgia plástica.
  • Diretor e Responsável da Clínica Integrada de Cirurgia Plástica São Paulo.

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"

Navegação