Você sabe como perder barriga e afinar a cintura?

Como perder a barriga? Para muitas pessoas, esta pergunta está estritamente associada à estética, mas, estar no peso ideal vai muito além disso. Quando há sobrepeso ou até mesmo obesidade, acaba se tornando uma questão de saúde, pois, muitos problemas cardíacos e vasculares estão associados a essas razões, e nos últimos tempos, vem crescido cada vez mais o número de pessoas que sofrem desses males.

Além do incômodo estético, o excesso de barriga é o indicativo mais preciso para a avaliação dos riscos de doenças cardiovasculares, colesterol, diabetes e até hipertensão, e isso acabou se tornando um motivo a mais para que as gorduras localizadas sejam eliminadas de vez.

Por isso, apresentaremos alguns métodos de como perder barriga de uma vez por todas, mantendo a saúde e, consequentemente, melhorando a auto-estima. Confira!

Alimentação Saudável

A maior parte da população deseja emagrecer e saber como perder barriga, e muitos se dedicam a dietas de todos os tipos.

As muito radicais podem até funcionar a um curto prazo, mas são extremamente prejudiciais ao organismo. Além de restringirem nutrientes importantes, são repetitivas e maçantes, e quando são finalizadas, o organismo procura suprir essas carências nutricionais perdidas com as restrições. Por isso, se desperta a vontade de comer de tudo e em muita quantidade, ocasionando novamente o ganho de peso.

Portanto, esqueça dietas extremamente radicais: se você quer saber como perder barriga e emagrecer sem correr o risco de recuperar o peso perdido — e com resultados permanentes — a melhor maneira ainda é a reeducação alimentar.

Ela consiste na mudança de alguns hábitos, mas sem excluir o que faz parte da cultura e dos costumes do indivíduo, ou seja, ele não precisa deixar de comer tudo o que gosta e muito pelo contrário, ela ensina a se alimentar de forma totalmente equilibrada e sem exageros. 

O ideal é procurar a orientação de um nutricionista, pois, deve-se considerar o estilo de vida e a presença de doenças preexistentes de cada paciente.

Alimentos que auxiliam na queima de gordura

A alimentação costuma estar relacionada com a gordura localizada na região abdominal, pois, na maioria das vezes, esse acúmulo vem da ingestão de carboidratos simples, bebidas alcoólicas e açúcar.

Há diversos alimentos saudáveis que podem ajudar no processo de reeducação alimentar, como frutas, legumes, verduras, carnes e ovos.

Também existem os alimentos termogênicos, que aumentam o gasto calórico do organismo durante a digestão e, consequentemente, ajudam a queimar a gordura localizada da barriga.

São eles:

Água

A ingestão de água, além de hidratar o organismo, é muito importante para ajudar a regular o intestino e eliminar toxinas pela urina e pela transpiração. A  bebida também ativa a queima de gordura, ajuda no emagrecimento e na diminuição do volume abdominal. Ela não possui calorias, e o ideal é beber de 1,5 a 2 litros por dia.

Alimentos ricos em Ômega-3

Salmão, sardinha e atum são ricos em ômega-3, uma gordura insaturada que é responsável por diminuir as citocinas inflamatórias, presentes na gordura abdominal localizada e em casos de excesso de peso, além de contribuir para a saciedade.

Recomenda-se a ingestão desses peixes de 2 a 3 vezes na semana, de preferência, assados ou grelhados.

Chá-verde e chá de hibisco

O chá-verde é rico em cafeína, e possui uma grande ação termogênica, ou seja, contribui para uma queima de calorias mais intensa. Pessoas sensíveis à cafeína devem consumi-lo com moderação.

Já o chá de hibisco é rico em antioxidantes, que contribuem para que menos gordura fique acumulada na região do abdômen.

banner clínica integrada de cirurgia plásticaPowered by Rock Convert

Gengibre

Além de ser um excelente termogênico, possui gingerol, um composto que exerce funções antioxidantes, anti-inflamatórias e antifúngicas. A quantidade diária indicada de gengibre é uma fatia pequena, e pode ser consumido cru ou refogado, em sucos, e até na forma de chá.

É importante ter cautela no uso, pois, o excesso pode provocar alguns efeitos indesejáveis como gastrites, úlceras, aumento do fluxo sanguíneo e até aborto em gestantes.

Canela

Possui ação termogênica, anti-inflamatória e cromo, nutriente responsável pelo controle da glicemia no sangue. Pode ser usada em vitaminas, frutas e chás.

Prática de exercícios físicos

A principal questão sobre como perder a barriga com exercícios é o fato que muitas pessoas acreditam que somente abdominais auxiliam nesse processo, o que não é verdade.

Para esse objetivo ser atingido, é necessário unir a reeducação alimentar, o consumo de alimentos termogênicos e um programa de exercícios aeróbicos, pois, além de ajudarem na perda de calorias, também são muito eficazes na diminuição da gordura visceral — acumulada na região da barriga. 

O ideal é fazer a atividade física aeróbica no mínimo 3 vezes por semana, e por mais de 30 minutos, pois, depois do vigésimo minuto é iniciado o processo de queima de gordura corporal. A intensidade da atividade é controlada através da frequência cardíaca do indivíduo e muda de acordo com seu condicionamento físico.

Para quem gosta de academia, pode se exercitar na esteira, bicicleta ergométrica, spinning ou natação. Já para quem prefere atividades ao ar livre, caminhada ou corrida são ótimas opções.

Cirurgias plásticas

Mesmo com uma boa alimentação e a prática de exercícios físicos, muitas pessoas ainda não conseguem obter a barriga que desejam. Para esses casos, a solução é a intervenção cirúrgica, que se divide em três métodos:

Lipoaspiração

A lipoaspiração é uma cirurgia que faz a retirada do acúmulo de gordura, realizada por meio de cânulas — que possuem em torno de 4 mm — e são inseridas diretamente na camada de gordura do paciente, deixando cicatrizes muito pequenas.

Como a pele não é retirada nesse procedimento, a flacidez não é tratada. Por isso, é indicada apenas para pacientes com gordura localizada, próximos do peso ideal e sem excesso de pele.

Abdominoplastia

É uma cirurgia feita no abdômen que retira a pele abaixo do umbigo, e estica a remanescente, sendo totalmente indicada para pacientes que tenham feito a cirurgia bariátrica ou que tenham perdido muito peso e permanecido com excesso de pele.

Diferente da lipoaspiração, não retira a gordura de outros lugares além da localizada entre o umbigo e a região acima do púbis , e deixa uma grande cicatriz proporcional a dobra de pele ou flacidez.

Na abdominoplastia também é corrigido o distanciamento dos músculos, através da aproximação da musculatura por meio de sutura, e é uma cirurgia indicada  para casos de abdome em avental, ou seja, quando há excesso tanto de pele como de gordura.

Lipoabdominoplastia

Já para quem apresenta excesso de gordura com flacidez, é indicado a associação das duas técnicas, chamada lipoabdominoplastia.

A lipoaspiração é realizada primeiramente, para a retirada de gordura, e logo após, na mesma cirurgia, é feita a abdominoplastia, retirando o excesso de pele que restou e corrigindo a cinta muscular.

O principal benefício dos procedimentos serem realizados juntos é que muitas vezes, quando se realiza somente a abdominoplastia, sobram gorduras em áreas onde não se retirou o excesso de pele, problema que é resolvido com a associação da lipoaspiração.

Apesar de todas essas informações apresentadas sobre como perder barriga, é interessante enfatizar que a consulta com um profissional qualificado( Cirurgião Plástico) é fundamental, e só ele poderá indicar o melhor método para cada paciente.

Você gostou deste texto sobre como perder a barriga que tanto te incomoda? Aproveite a visita para assinar a nossa newsletter!

A realização de cirurgias plásticas está cada vez mais comum, segura e acessível. Por essa razão, cada vez mais pessoas recorrem a um cirurgião plástico para melhorar aspectos que não estão agradando em seus corpos.Powered by Rock Convert
Dr. Lecy Marcondes

DR. Lecy Marcondes

Dr Lecy Marcondes Cabral, Mestre em Cirurgia Plástica pela Escola Paulista de Medicina - UNIFESP, Fellow do Colégio Internacional de Cirurgiões, 35 anos de profissão, graduou-se, em 1982, em medicina pela Faculdade de Medicina de Pouso Alegre, em Minas Gerais:

  • Membro Titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.
  • Membro Titular do Colégio Brasileiro de Cirurgiões.
  • Integra o Corpo Clínico do Hospital e Maternidade São Luiz e do Hospital Israelita Albert Einstein.
  • Pesquisador na área de Cirurgia Plástica
  • Premiado nos Fóruns de Pesquisa do Colégio Brasileiro de Cirurgiões e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.
  • Autor de capítulos de livros publicados nas áreas de cirurgia e cirurgia plástica.
  • Diretor e Responsável da Clínica Integrada de Cirurgia Plástica São Paulo.

1 Comentários

  1. Meus parabéns pelo artigo e muito interessante que as pessoas saibam que existem muitas maneira de perder barriga e com alimentação e uma boa dieta qualquer pesso consegue perder barriga.

    Legal, vou compartilhar com meus amigos!

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"

Navegação